sexta-feira, fevereiro 24, 2006

Novas revelações - Estou INDIGNADO!

"Verifiquei que, de facto, havia um défice na exploração que era preciso colmatar, nomeadamente um grande desvio no bingo. O que faz a diferença na exploração do Sporting, o que contribui com cerca de 30 por cento no desvio de tesouraria é o bingo. Na SAD há dois vectores que contribuem pouco para o défice de tesouraria. Concretizando, o Sporting tinha-se comprometido a fazer todos os anos uma mais-valia de 5.5 milhões de euros. No ano passado, só fez 6.7 milhões de euros. Só tinha livre para investir 1.2 milhões de euros e investiu mais de 9 milhões. Ficou com défice na tesouraria. Em cima desses cerca de 8 milhões de euros, teve o azar de não ir às competições europeias, o que provoca uma ausência de receita de 4 milhões. Na SAD temos um défice de tesouraria de 12 milhões de euros, o que representa 75 por cento do défice global que anda à volta de 16 milhões de euros. Em resumo, 4 do Sporting, cerca de 12 da SAD." Estas saõ revelações de Filipe Soares Franco entrevista ao Jornal Record. Perante isto, respondam-me se souberem:
- Como é possivel que o bingo seja fonte quase única de desvio de tesouraria do Sporting-clube?
- Como é possivel que a SAD com uma mais-valia anual obrigatória de 5,5 milhões, tendo conseguido 6,7 milhões, não se tenha limitado a re-investir os restantes 1, 2 milhões de euros?
- Quem é/são o/s responsável/eis pela luz verde dum investimento extra de 8 milhões?
- Se efectivamente o prejuizo em termos de inexistência de receita duma ausência nas competições europeias é de 4 milhões de euros, então não será OBRIGATÓRIO garantir e assegurar dentro do possivel que a equipa de futebol atinja esse objectivo consecutivamente?
- Qual a alternativa a realizar um encaixe financeiro consideravel (venda de património rende por baixo 50 milhões de euros) a utilizar para colmatar incumprimento com a banca desde junho 2005 e re-equilibrar com alguma margem este défice?
- Qual a garantia de que não serão realizados investimentos extra na SAD tão volumosos como o referido, sem quaisquer resultados de ordem desportiva daí decorrentes?
A resposta a esta última pergunta é óbvia e daí resulta a minha mais profunda INDIGNAÇÃO. É que se esse investimento é realizado por admnistrações totalmente incompetentes em termos de gestão desportiva (não me canso de referir, sublinhar isto) como infelizmente tem acontecido sucessivamente, o destino deste projecto é agravar ainda mais o défice de tesouraria da SAD, com resultados desportivos longe dos pretendidos. basta dizer que dos investimentos mais avolumados que calculo estejam incluidos nesse esforço desmedido extra, temos João Alves, Wender, entre outros, que pura e simplesmente nada trouxeram á nossa equipa de futebol. Portanto longe, muito longe de se traduzirem em investimentos resultantes em futuras mais-valias, como são desejavelmente todos a realizar por uma empresa como é a Sporting Futebol SAD.

9 comentários:

António Gouveia disse...

http://alvalaxia.blogspot.com/2006/02/ser-que-no-benfica-tambm-h-disto.html

Cherbakov disse...

Esta SAD é um flop autentico...há 10 anos que andamos a ouvir falar de "projecto" e "rigor financeiro" e na realidade temos resmas de erros crassos de gestão...

A nivel desportivo então, ao tempo que não existe uma gestão profissional (sim, pq o que é que banqueiros e ex-presidentes de federações de tenis percebem de futebol?) e até parece que o que interessa no Sporting nem é o futebol...que o futebol é secundário....por favor...

Agora vem a desculpa da falta de verbas das competições europeias...até já ouvi o contrário, que a ida à final da UEFA tinha dado mais prejuizo do que dinheiro...e a venda do Enakarhire, não deu um encaixe grande?
Qual a necessidade de contratar João Alves e Wender? Independentemente do seu sucesso desportivo (nulo) não seria mto mais rentável apostar no Edgar Marcelino e no Zezinando, por exemplo?
Recordo-me bem que o João Moutinho fez uma pré-época fabulosa em 2004/2005...voltou aos juniores e só qd o Tinga quis sair...é que o promoveram para ser o motor da equipa na melhor fase da época...não valia mais "arriscar" a ter mais Moutinhos?

Aparentemente o rigor financeiro só valia para deixar o Liedson a ganhar menos do que o Nelson (alguém acordou agora...provavelmente a ganhar mt € em comissões) e agora querem vender os aneis...se calhar os aneis tem que ser vendidos...mas só o deveriam ser após NÓS sócios, escolhermos por quem...pela monarquia instalada ou por alternativas...

Eu sei o que quero...quero uma gestão altamente profissional, com homens de futebol, virada para o futebol, com o aproveitamento máximo da academia...contratar de fora só mesmo claras mais-valias para a equipa...para suplentes temos mta gente a precisar de oportunidades.

Zeist B Skool disse...

Caros, o presidente teve a amabilidade de me explicar ontem o projecto financeiro para o Sporting. Fui para a AG de mente aberta sem preconceitos e da breve explicação que o presidente me deu complementando a entrevista ao Record, estou sinceramente convencido da bondade da estratégia pretendida ( n digo projecto, pois é uma palavra queimada ). Se muito isso que o Cherbakov diz é verdade, gostava de lembrar que o Soares Franco saiu da SAD, tal como outros, Ribeiro Telles, Bettencourt, Carlos Freitas precisamente por n concordar com o q se fazia na SAD. As contratações e o dinheiro gasto a mais foi o Dias da Cunha que agora vem curiosamente dizer que n é preciso vender ... a venda deste património permite ao sporting juntamente com a venda de acções até ficar apenas com 51% mais as obrigações fazer um encaixe de 100 milhões de euros. Esse valor irá permitir não só reduzir o passivo de 277 M€, não apenas como antecipação imediata de pagamento de dívidas, bem como diminuir os juros a pagar anualmente. Segundo me disse o Soares franco ontem na ordem dos 3,5 M€ anuais só com a redução de juros, mais o que se paga a menos dos empréstimos. Se tivermos em conta que os valores anuais a pagar aos bancos andam na ordem dos 13,5 M€ ( o valor do edificio sede ... ou seja, todos os anos pagamos um edificio sede, ou seja, para quê tê-lo e n vender, se n o vender é como se pagássemos um novo todos os anos ? ) Mas continuando ... com esta venda, estes encargos anuais diminuiriam cerca de 6M€. sabendo que o Sporting está obrigado a realizar mais valias anuais de 5,5M€, esta diminuição de 6 milhões cobria isso no futuro. é que logo agora, como disse o SF na entrevista ao Record, as mais valias resultantes das vendas cobre logo esta obrigação para 5 anos. Em termos práticos o que temos é que n precisamos de andar a baixar as calcinhas para vender jogadores por valores inferiores ao seu real preço apenas porque temos obrigatoriamente de realizar os 5,5M !
espero ter ajudado no esclarecimento ...

Alex disse...

Como é que um "gestor" que levou a OPCA praticamente à falência, pode ser de qualquer utilidade para o Sporting?? Até as instalações da OPCA FSF vendeu! Por isso é que esta empresa ocupa agora parte do Edifício Visconde de Alvalade, para os seus escritórios.

Vejam o que é que esta gente faz na sua vida profissional! Se nem para as empresas onde trabalham são competentes, como é que o poderão ser no Sporting?? Será que querem que Soares Franco faça no Sporting o que fez na OPCA? Este gajo só sabe vender!

Ao menos tentem saber quem é realmente esta gente da direcção do Sporting, e o que verdadeiramente FAZEM. Não acreditem um tudo o que lêem nos jornais e vêem na televisão. É por saber o que sei que não acredito numa palavra deles, e estou desejando que haja eleições!

Thor disse...

Caro Zeist, sem dúvida que comentários como o teu sempre ajudam a esclarecer mais um pouco apesar de todos tentarmos absorver o máximo de informação acerca da verdadeira situação do Sporting e seus projectos para o futuro. Falando por mim, já conhecia a lógica da venda de FSF e concordo com ela. O meu problema está na confiança (ou falta dela) em que uma direcção por si encabeçada, garanta que nunca viabilizará investimentos extra na SAD. Isto é, contratações acima do possivel, e ainda por cima, sem quaisquer contrapartidas desportivas ou outras. É fundamental, essencial, determinante, uma gestão desportiva competente. E isso não temos tido nestes útlimos anos.

bala disse...

"Se tivermos em conta que os valores anuais a pagar aos bancos andam na ordem dos 13,5 M€ ( o valor do edificio sede ... ou seja, todos os anos pagamos um edificio sede, ou seja, para quê tê-lo e n vender, se n o vender é como se pagássemos um novo todos os anos ? )". Mas o edificio sede é responsável por toda a divida? Porque não vender o estádio que deve ser o edificio com menor rentabilidade e em vez de abater 13 milhoes abatemos logo 130 milhoes?
Esses 13,5 milhoes que se têm que pagar aos bancos são só da responsabilidade do edificio sede ou de todas as infraestruturas juntas? O edificio sede por si só tem que ser viavel pois não acredito que um edificio de escritórios em Lisboa todo alugado dê prejuízo!

A base do projecto Roquette era diversificar investimentos para não estar dependente apenas da vertente desportiva! Vender é matar o projecto sem que ninguém assuma as responsabilidades! Como é possível que nenhum dos investimentos tenha dado certo?

Zeist B Skool disse...

caro bala
quando referi o valor do edificio sede foi por comparação de valores, só e apenas.Todo alugado, sim. mas e os custos de manuntenção ? não contas. sabes que as empresas especializam-se por uma razão, porque permite criar sinergias entre os diversos investimentos que a empresa possui. Quais são as sinergias que podes criar com um health club, um edificio de escritórios , um centro comercial e uma cliníca. A Sonae Sierra tem 27 centros comerciais e só faz isso ... mais nada. é normal que consiga tirar rendimentos porque é especializada. A Richard Ellis só tem edificios de escritórios e safa-se bem porque é especializada. O Sporting tem é de se especializar no desporto e o resto é conversa. demo-nos por felizes por ter este património para vender, os outros grandes não têm !

Quanto à política desportiva confio no Carlos Freitas se ele não tiver interferências no seu trabalho. o homem sem dinheiro conseguiu reforçar a equipa este ano com qualidade, verdade ? se FSF seguir o que enunciou, sendo a primeira permissa não vender os melhores ao desbarato e só comprando jogadores indispensáveis para os quais não temos cobertura interna a coisa certamente é bem feita.

Quanto ao que fazem as pessoas que ele propõe para o conselho directivo ... Filipe de Botton, administrador e principal responsável por uma das maiores e melhores empresas portuguesas, a Logoplaste, que é um exemplo para todas as empresas portuguesas. Rogério Alves, bastonário da ordem dos advogados, Bettencourt e Ribeiro Telles já todos conhecemos, Diogo Vaz Guedes , presidente da Somague ... só para exemplo. mas claro, devem ser um bluff ... tenha juízo ...

e acima de tudo ... a venda está assinada ! desde o ano passado aquando do project finance. não há volta a dar ... mais vale vender por livre vontade e poder negociar o valor do que termos de vender apertados pelos bancos e fazer pior negócio ou pior ainda ver este património ser hipotecado.

bgvp disse...

Acima de tudo mto importante esta discussão para o Sporting, só realmente é pena não se avançar para eleições, com cada qual com o seu projecto :p pq isto soa a chantagem

bala disse...

zeist, não ponho em causa tudo isso e até percebendo o que queres dizer a pergunta que coloca é a seguinte: Não foram estas mesmas pessoas que disseram que era importante diversificar os rendimentos? É que são estas mesmas pessoas que passados 10 anos nos estão a dizer o contrário sem ninguém para assumir as culpas!
É com isso que eu não concordo.

Acho que todos queremos o melhor para o Sporting!