domingo, fevereiro 19, 2006

Futebol: Sporting 3 x Paços Ferreira 0 - Análise individual

Ricardo - Providencial a sua defesa logo nos primeiros minutos do jogo, quando se deparou cara-a-cara com Junior Bahia na melhor ocasião de golo (e única) do Paços em todo o jogo. Transpira confiança que se estende por todo o bloco defensivo.
Abel - Mais um grande jogo do nosso defesa direito reforço de Inverno. Sempre muito perigoso nas suas incursões ofensivas, e dificilmente perde um lance defensivamente. Já impõe a compra do seu passe no final da época.
Tonel - Imperial no jogo aereo, sem complicar no jogo pelo chão. Confiança nesta altura é a palavra de ordem neste sector da nossa equipa.
Polga - Implacavel nos duelos com qualquer um dos avançados que cairam na sua zona de acção. Ficou na retina um corte "á Campeão do Mundo" de carrinho com perfeito tempo de entrada a anular um remate forte e potencialmente perigoso já dentro da área de rigor.
Caneira - Apesar de globalmente bem, imperdoavel a sua incapacidade de recuperação no lance logo no inicio do jogo de contra-ataque quase letal do Paços, em que Didi corre 60 metros com a bola pelo seu flanco sem que Caneira tenha esboçado qualquer recuperação defensiva para a contrariar. Subiu bem no seu flanco emprestando profundidade, mas terá que estar atento á recuperação defensiva, sabendo-se que não se trata de um jogador particularmente rápido. Na 1ª parte também demonstrou algumas dificuldades em conter Didi que aparecia pelo seu lado.
Custódio - Bem defensivamente e na sua colocação táctica no terreno. Mas, causa-me imenso espanto a sua inibição ofensiva (nada habitual em épocas anteriores), até mesmo a sua participação na 1ª fase de construção. Normalmente com passes muito lateralizados e curtos. Talvez lhe falte ainda os niveis de confiança dos seus colegas mais atrasados. No entanto, muito postiva a sua clara melhoria em termos de condição fisica.
Moutinho - (Mais um) Grande jogo do pequeno, em tamanho, enorme, em entrega, João Moutinho. A sua alta rotatividade é uma constante fonte de desiquilibrios na estrutura defensiva do adversário. Lance do penalty (clarissimo, foi a chamada entrada "a varrer" de Peçanha) foi um óptimo exemplo disso. Pena encontrá-lo muitas vezes encostado á lateral esquerda, mas serão certamente indicações de PB para dar maior largura á equipa.
Carlos Martins - Talvez o jogo menos conseguido de entre os mais recentes do nosso médio criativo. Insisto que não é compativel com Romagnoli no mesmo onze. Neste momento, Martins deve ser o nosso médio ofensivo que assume a condução do jogo. Talvez tenha sentido demasiadamente a tentação de rematar de fora da área para explorar o estado do terreno (muito escorregadio).
Romagnoli - Definitivamente inadaptado ao estado do terreno. O nosso argentino pratica um futebol de toque de bola, gosta de tabelar e saír ao 1º toque nas jogadas, tudo isso ontem era praticamente impossivel. De resto não entendi a opção de PB em colocar Pipi como titular naquelas condições, neste jogo em particular. Esforçado sem dúvida, mas ainda sem o ritmo de jogo do futebol europeu. A rever... noutras condições climatéricas.
Sá Pinto - Brilhante 1ª parte em todos os aspectos do nosso simbolo máximo leonino no 11 actual, coroada com 1 golo na marcação irrepreensivel de uma grande penalidade indiscutivel. Adaptou-se maravilhosamente á posição de 2º avançado com Liedson, com grande mobilidade que lhe é caracteristica, mas a detonar constantemente o lado esquerdo da defesa do Paços. Pena a lesão que o impediu de continuar a grande exibição na 2ª parte (desconheço ainda qual a lesão de que padeceu). Grande capitão, demonstra toda a garra do verdadeiro LEÃO!
Liedson - Jogo dificil para o Levezinho, face á grande exibição protagonizada por Luis Carlos, que deveria ter sido interrompida pelo árbitro com ordem de expulsão aquando daquela entrada assassina "a ceifar" Liedson na ala esquerda já depois da bola ter passado. Sentiu-se mais confortável na 2ª parte aquando da entrada de Deivid e Nani, e já com outro tipo de espaços concedidos pelo Paços em busca do prejuizo.
Deivid - Sem ter sido uma grande exibição, longe disso, gostei do jogo de Deivid. É indesmentivel a sua grande capacidade técnica e sobretudo de recepção de bola em condições dificeis (quando comparado com Douala...) O seu golo resulta de uma brilhante assistência de Nani, mas a sua desmarcação é de antologia, fugindo ao 2º poste nas costas de toda a defesa Paçense.
Nani - Depois de o ter criticado por mais que uma vez pela sua dificuldade em fazer o último passe e agarrar-se demasiado á bola, pois ontem foi precisamente o contrário que fez avolumar o marcador. Está nos 2 golos, com 2 assistências de compêndio futebolistico. Na 1ª contemporiza a jogada e coloca com garnde precisão no movimento goleador de Deivid. Na 2ª em grande velocidade faz um passe atrasado deixando logo nesse momento toda a defesa em contrapé e permitindo o remate vitorioso de Tello. Assim, Nani é certamente uma grande opção para a nossa equipa. Velocidade no transporte de bola, forte no um-contra-um e mortifero no último passe. Muito bem!
Tello - Imperdoavel o meu esquecimento do Rodrigo. Entrou bem no jogo e teve a capacidade de finalizar uma excelente jogada rápida de ataque com um remate certeiro com o seu pior pé. A sua colocação a meio-campo é sem dúvida uma opção muito válida para PB, que finalmente percebeu que o deverá utilizar como médio em detrimento de um flop como João Alves.

9 comentários:

Anónimo disse...

concordo com esta analise. esqueceste do tello que no pouco tempo que jogou parece ter tido mais garra e velocidade que romagnoli. penos que tello ontem jogou na posicao onde rende mais.se eu mandasse ele no proximo jogo era titular para o romagnoli.em jogos como este penso que o paulo bento a uma certa altura(prai aos 70.minutos...)devia de mudar de sistema de jogo e a paar a jogar com alas.
P.S: quero agradecer a todos os sportinguistas que ontem foram apoiar a nossa equipa apesar da chuva forte. eu estou no estrangeiro e portanto nao posso ir .continuem assim a apoiar a nossa equipa que ela merece!!! forca enorme sporting!!!

Peyroteo disse...

Eu e o jornalista de A Bola fomos os únicos a ver o Romagnoli jogar bem, pelos vistos! :) Mesmo em condições climatéricas difíceis, foi o jogador que melhor organizou o nosso jogo na primeira parte. Mas ainda não está totalmente adaptado ao ritmo do futebol português e ressentiu-se na segunda parte.
Quanto ao resto, foi uma exibição q.b. e um resultado excelente e que deu para motivar os suplentes. O trio que entrou está nos dois últimos golos.

Thor disse...

A minha atenção não foi criticar a exibição individual do Romagnoli, jogador que aliás bastante aprecio. Foi mais salientar a inadequação do seu futebol ás condições climatéricas e consequente estado do terreno. Depois, temos que ser objectivos e perceber que até esta altura, nos 2 jogos que jogaram juntos no 11 romagnoli e martins (belém e ontem) não se entenderam.
Mais, se Martins não aguenta os 90 minutos e Pipi também não tem ritmo ainda para os 90 minutos, porque não Pipi ser a alternativa natural na substituição aos 65-70 minutos do Carlos?

Peyroteo disse...

Penso que se podem entender. Os bons jogadores têm sempre lugar mas ontem o terreno não estava bom para nenhum deles. Mesmo assim, não estiveram mal e, curiosamente, o Romagnoli até jogou melhor na primeira parte, quando o meio-campo para onde atacavamos estava em pior estado...Quando ganhar maior ritmo de jogo, o Romagnoli, pela inteligÊncia e critério que demonstra nos passes, será um jogador importantíssimo no Sporting.

Apre disse...

Caro Thor,

Parabéns pela vitória desta vez não ficaram à espera do titulo para o ano nuns banquinhos da capital do movel.

Agradeço as tuas palavras no Apre, o consenso é o maior dos tédios.

Anónimo disse...

atencao , o romagnoli nao jogou mal,antes pelo contrario .apenas acho que o tello tem mais garra e velocidade nessa posicao de numero dez.

EvOl rOmA disse...

Jornais para quê?
Aqui percebem mais de futebol que os comentadores desportivos todos juntos.
Força Sporting!
Vence por nós!

bgvp disse...

Excelente análise Thor, eu não faria melhor. Não foi dos melhores dos jogos mas...pergunto alguém jogou melhor esta jornada que nós?

Thor disse...

Agradeço os elogios. E a resposta á tua pergunta bgvp é... o FCP a espaços. Aquele meio-campo: Meireles (grande jogo), Assunção e Lucho garante muitos pontos. E ainda por lá andam: Ibson, Diego (parece que incompatibilizado), entre outros.
Mas, o nosso meio-campo actual também está a carburar. Custódio, Moutinho e Carlos Martins, não ficam nada atrás. Na minha opinião, antes pelo contrário.