terça-feira, março 14, 2006

Futebol: Repetimos a dose em Coimbra desta vez para a Taça?

Amanhã voltamos a visitar Coimbra para defrontar novamente a Briosa. O que todos esperamos é necessariamente uma repetição do resultado do jogo da Liga, no entanto, é certo e sabido que no futebol raramente se repetem resultados. Para mais, tratando-se desta feita de uma outra competição - Taça de Portugal, que só pelo facto de ser a eliminar e disputada em apenas um jogo sem direito a repetições, já encerra outro risco. Com efeito, será esse risco que julgo a Académica irá correr, visto não ter nada a perder e para o qual deveremos estar precavidos. Para mais detalhes sobre a Académica fica aqui: análise que realizei em antecipação ao jogo da Liga da altura. Pouco se alterou para lá da consolidação do sistema de 2 avançados que Nelo Vingada resolveu definitivamente utilizar no onze inicial sejam eles: Gerson e Joeano, Gerson e Serjão, ou outra dupla. Fica também a boa noticia que é o Filipe Teixeira (médio mais criativo da equipa e desiquilibrador) estar impedido por castigo.
Chaves para este jogo: novamente e sempre Liedson desta feita para tentar aproveitar o possivel atrevimento e consequente subida no campo da equipa academista, isto é muito espaço nas costas do último defesa até ao GR; batalha ganha no nosso meio-campo sempre impondo a já habitual vantagem numérica; atitude e garra bem ao jeito das últimas exibições.

4 comentários:

kamane disse...

Este jogo da Taça remete, de forma recorrente, para aquela que é a minha mais longínqua memória futebolística.
Estou na antiga superior do Calhabé, acompanhando o meu pai.Não tenho mais de seis anos e choro compulsivamente.A Associação Académica perde por 4 a 1 e eu choro, desalmadamente.De alguma maneira capto a atenção de quem está sentado à minha frente.Um senhor calvo, com cerca de 50 anos.Lembro-me das palavras e no tom de bondosa condescendência com que consola o meu pranto: "Deixa lá, para a próxima ganham...".O meu pai sorri e afaga-me o cabelo.A admissão tácita de uma nobre lição abre-me os horizontes.De facto, o futebol é só um jogo.Não pode ser mais importante que a vida.Olho para o meu pai e penso em como é bom estar vivo e desfrutar das coisas tal como elas são.De facto, o futebol é só um jogo.Glória aos vencedores, honra aos vencidos.Algures num sítio fora do nosso alcance, fora da nossa realidade, o meu continua a olhar-me de forma sorridente e a afagar-me o coração.Espero que os nossos rapazes de preto se lembrem do choro das crianças e da sabedoria dos seus pais.Força, Académica!

Thor disse...

Belo comentário kamane. Curiosamente a minha ligação ao Sporting também tem muito de familiar. Lembro-me com uma imensa suadade e nostalgia do tempo em que ía ao velhinho José Alvalade (bancada central cativos)com os meus avós, tio, primo e pai todos a vibrarmos em unissono com o nosso Sporting. Sempre que existe um titulo, uma festa, uma comemoração, sinto a eterna saudade desses momentos em que todos juntos as festejávamos. Mas, enfim... estamos cá nós a apoiar pot todos eles.
Abraço e continua com o desportivismo demonstrado.
E para hoje, que ganhe o melhor!

bgvp disse...

E que o melhor seja o Sporting ;)

Sombra disse...

Obrigado pela visita meu caro :)