quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Estará encontrada a dupla de avançados?

Estive a ver um video com um resumo de golos que marcou no Uruguay ao serviço do Peñarol; e quase todos são como os 4 de Alvalade: apareceu sempre pela Direita ao 2º poste do cruzamento; evidentemente feito pela esquerda!Não nos podemos esquecer de ACOSTA, nem de De Franchescci, que era quem o municiava dessa forma.
Nunca percebi porque foi o Italiano embora: um grande profissonal sempre certinho e eficaz sem ser estrela ou ter o Rei na barriga.
Penso que para BUENO funcionar terá que ser bem servido pela esquerda!
Serão Tello ou Nani capazes?
De qualquer forma, a próxima vez que jogar o BUENO já irá ser FEROZMENTE MARCADO pela defesa adversária, se calhar já não faz nadinha, mas pode ser que Liedson fique mais SOLTO!

3 comentários:

Thor disse...

A questão do serviço vir da esquerda ou da direita acredito que seja secundária, isto porque de acordo com o que me apercebo das caracteristicas de Bueno, trata-se de um avançado de atacar o espaço, aliás tal como Liedson. Para este tipo de avançados, mais importante é existir espaço nas costas da defesa contrária para poderem fruto da sua capacidade de arranque, explosão, velocidade de execução, improviso e sentido de baliza, fazer o golo. Se jogarmos um jogo posicional de posse de bola temporizada com cruzamentos do enfiamento do limite da área (seja da esquerda ou da direita), Bueno terá poucas possibilidades de anotar. É uma questão de carateristicas inatas do próprio jogador.
Importa reter no entanto dos 4 golos frente ao Nacional para além do querer no seu 1º golo que já conheciamos, a tranquilidade e classe de goleador no seu 3º e 4º golos. Sendo que o 4º é de compêndio de ponta-lança " a sério"!
Para mim, volto a referir, colocava Bueno e Liedson a titulares na Taça com Yannick a entrar de trás, no meio-campo.

bgvp disse...

Pode ser importante o Liedson ter mais espaços, pq com mais espaço liedson é letal, agr tem que haver sem duvidas extremos no jogo do Sporting, com extremos o Sporting teria todas as hipoteses de ser campeao!

De Franceschi é outro que não será esquecido, não so atacava como defendia, era um jogador simples e eficaz.

Acosta só tinha a ganhar com De Franceschi, como qq avançado teria.

PPA disse...

O mais importante é que o Italiano era super discreto, super profissional e super correcto a jogar.
Nunca se meteu em polémicas nem era "estrela" nenhuma; e até não era caro.

Mas mais uma vez, a má gestão não o segurou em Alvalade.