sexta-feira, novembro 16, 2007

Opinião: Formação ou Contratações em saldo?!

Tendo por base a interessantissima conversa entre os meus colegas bgvp e RG54 nos comentários ao post anterior, gostava de aproveitá-la para nos extendermos um pouco mais sobre ela. Assim e analisando individualmente e segundo o conhecimento que tenho e me contam:
- Adrien Silva (na foto) Vs Paredes, Farnerud: o paraguaio chega ao Sporting vindo de Itália a custo zero segundo creio mas com um salário elevado, nunca teve rendimento minimo que justificasse a aposta na sua contratação na 1ª época e com o aparecimento de Miguel Veloso e a existência então da alternativa Custódio, foi produtividade 0! Pasme-se sai Custódio, e fica Paredes. Se a saída do português se entende pelo aproveitar do encaixe financeiro resultante da venda, o que já não consigo compreender é a manutenção do paraguaio, já que Miguel Veloso ficaria para uma época de afirmação total e dar continuidade aos bons sinais demonstrados e o jovem Adrien Silva deu excelentes indicadores durante a pré-época de poder fazer o vértice mais recuado do losango com rendimento. Pior que isto, contamos ainda no plantel com um sueco, e voltamos nós, segundo creio, ao custo zero mas com salário valente, que manifestamente exibe pouco futebol para o nosso nivel minimo exigivel. Com esta permanência no plantel de Farnerud, fez com que Adrien Silva fique tapado ainda noutra posição que pode fazer muito bem, um vértice lateral do losango. Justifica-se uma situação destas?! Não seria de apostar neste jovem logo como uma 2ª alternativa para o losango ofensivo, isto porque jogamos habitualmente com Veloso, Moutinho, Izmailov, Romagnoli, sendo que Vukcevic é a opção natural para substituir Izmailov (nunca mais os 2 em simultaneo!) e puderia e deveria Adrien ser a opção natural para Moutinho e/ou Miguel Veloso. Paulo Bento não achou assim, quer em Roma, quer no Restelo contra o Fátima, etc. os resultados desses jogos foram o que sabemos!
Rui Patricio Vs Tiago: Permitam-me que diga que nunca fui particular admirador de Tiago enquanto GR com categoria e valor para se afirmar como titular ou forte opção para a baliza do nosso clube. A herança de lendas que defenderam a nossa baliza é pesada, mas se Stojkovic me parece claramente ao nivel destas e com um enorme potencial evolutivo pela frente, já Tiago está muito aquém. E eis que temos um jovem com um potencial tremendo da formação que só pode se tornar um grande GR e inexplicavelmente é a 3ª opção para a baliza. Pior que ser 3ª opção é o facto de mesmo em competições que o técnico decidiu e bem fazer a rotação de GR, decidiu e mal não lhe dar qualquer oportunidade. Tiago foi titular em Roma, foi titular no Restelo contra o Fátima, e mais recentemente em Braga e os resultados desses jogos foram o que sabemos!
Saleiro Vs Yannick, Purovic, lesão de Derlei: depois de várias tentativas frustradas de formar um avançado razoável na Academia (extremos explosivos não contam!), eis que num periodo de afirmação de Derlei este se lesiona com gravidade e que força a uma paragem prolongada. Ora se este era, nesta altura está mais que óbvio, o companheiro preferido por PB para Liedson na frente, a alternativa Purovic sendo estranha dadas as suas caracteristicas para o jogo da equipa e o montenegrino revelando problemas de adaptação, restava Yannick. Este com caracteristicas bem conhecidas por PB, aproveitadas ao máximo a época passada e logo desde esse momento identificadas como um avançado com graves problemas de finalização. Digamos que sucintamente não é um finalizador. Está longe de poder garantir 15 golos por época. Identificado da temporada passada este problema e dada a ausência de evolução do jogador nesse capitulo do jogo, ficámos perante um gravissimo vazio de opções verdadeiramente viáveis para o ataque. Partindo do principio que PB conhece e tem seguido o trajecto de empréstimos do jovem Saleiro desde a nossa Formação, como explicar que assim que se dá a lesão de Derlei não tenhamos garantido o regresso imediato deste atleta?! Agora parece que existe interesse de o trazer em Janeiro na reabertura do mercado, o que já se justificará menos dada a espectacular recuperação de Derlei e possivel antecipação da sua data de voltar á competição. Também o Fátima não parece disposto a abdicar do jovem a meio da temporada, e também convehamos faz todo o sentido.
André Marques Vs Ronny, Had: todos sabemos, adversários incluidos, que o brasileiro não defende. Por uma total e incompleta falta de cultura táctica e de ocupação de espaço para um lateral mas... não defende! Eis que face a uma lesão grave mas recuperada perfeitamente a tempo de André Marques, PB deciide avançar com outra alternativa. A SAD movimenta-se freneticamente no mercado, com as constrições financeiras que sabemos, e encontra Marian Had. Um defesa alto, lateral esquerdo mas que também pode actuar a central. Digamos que a solução ideal para suprimir a tão nefasta saída de Caneira. Só que, como seria previsivel, a diferença de valor entre o internacional português e este eslovaco é abismal e ao 1º toque na bola (passe o exagero!) fiquei com a ideia que André Marques seria muito melhor opção para esta posição. Como explicar então o seu empréstimo numa posição que desde logo estavamos fortemente carenciados!
Estes são apenas alguns casos individuais de erros primários que nos fazem desesperar cada vez que temos de ver em campo com a nossa LINDA CAMISOLA jogadores de valor questionável e que ainda por cima auferem salários volumosos fruto da tal politica necessária de contratações custo zero.
P.S.: Caro bgvp, não referi o caso de extremos propositadamente, pois sei que é um tema que certamente comentarás analisando o plantel actual e as possiveis alternativas da Formação. Olha que o Paim é um maluquinho de primeira! :))))

17 comentários:

bgvp disse...

Carissimo Thor,

Que direi mais além de que só posso mais uma vez concordar com tudo o que escreves?

O caso do lateral esquerdo é enigmático se perdemos dois titulares Tello e Caneira...porque é que não apostamos forte em ir buscar alguém titular de caras?

O Adrien penso que está-lhe a acontecer o mesmo que o Moutinho, poupado na primeira parte da época, quando começar a jogar não sai da equipa e falta força aquele meio-campo, acredito que o Adrien possa fazer tripla com Veloso e Moutinho.

O caso do ponta de lança, bem, como sabem há anos que andamos atrás de um parceiro para o Liedson, parecia ser o Derlei, mas mesmo o Derlei era uma aposta de risco, falta uma aposta consagrada e talvez isso nos tivesse garantido mais títulos, o Yannick revela muita falta de confiança mas como dizes finalizar não é com ele, o Purovic é para 4º avançado para tipicamente qd tivermos a perder mas para isso precisamos de extremos para lhe meter a bola na área.

Quanto a outra questão, para serem suplentes alguns dos nossos jovens não dariam?

Eu não deixo de entender o PB, estruturou o plantel numa táctica de 442 em losango logo optou por não querer extremos, no entanto não posso concordar que se deixe de ter opções para alargar o jogo para 433 ou 451 se assim for necessário, é que já está mais que visto que quando o SCP se apanha a perder tem muitas dificuldades em dar a volta pq não consegue abrir o jogo, e aí seria o papel dos extremos, sei que o Paím tem problemas de afirmação, sei que o Alison é muito fragil, sei que o Caiado ou o Paulo Sérgio não teriam nível para serem titulares de caras mas quem é que me pode dizer que o Paredes e o Farnerud o são e que podem trazer eles a equipa?

RG54 disse...

Thor, vou dar início às “hostilidades” sobre o post que lançaste acerca do plantel do nosso clube, começando por dizer que este tipo de discussão é, na minha opinião, dos mais vantajosos e importantes que se pode ter, tendo em conta a situação do Sporting. E digo-o porque na maior parte das vezes há muita malta que pensa ser fácil a solução de problemas de plantel como têm existido ao longo dos últimos anos, devido as dificuldades de dinheiro que temos atravessado. Vamos ver se consigo tocar todos os pontos, coisa que pelos vistos não consegui fazer no meu último comentário. Ponto prévio: para mim e tendo por base algum conhecimento real do clube, tal como “a necessidade faz o ladrão”, também a aposta tantas vezes falada e assumida de à vinte anos para cá na formação e no futebol juvenil tem como principal causa ESSA TAL SITUAÇÃO ECONÒMICA DIFÍCIL QUE TEMOS ATRAVESSADO! Se não fosse ela ponho sérias dúvidas que fosse esta a solução para equipar o plantel com os jogadores de que necessitamos. E isto porque são muitos os interesses que estão por detrás (e pela frente …) de um clube como é o nosso. No entanto e já que é essa, felizmente, a opção, considero que o clube deve fazer uma gestão dos jogadores que não tome apenas em conta o imediato, mas também as futuras épocas para que deverão evoluir. Por isso digo que, não se devem “queimar etapas” no seu crescimento natural, tendo em conta exemplos de que penso todos nos lembramos. Litos e Dani ou Porfírio foram, seguramente, dos melhores jogadores que passaram pelo FJ do Sporting e a quem terá feito muito mal o precoce lançamento na primeira equipa, com as consequências que todos conhecemos. Exemplos de queimar etapas como o de Cristiano só dão com alguns. Mas vamos a alguns dos exemplos que referes. Eu tenho alguma dificuldade em comparar a utilidade de um Adrien por exemplo com Paredes ou Farnerud. Isto porque para mim Adrien vai ser do melhor que já por lá tivemos e por outro lado nenhum dos outros dois é opção que eu entenda como válida. Unicamente digo que e numa situação normal, ou seja sem grandes quebras de forma de Moutinho ou Veloso, faz muito melhor a Adrien, numa perspectiva de aposta consistente de futuro, que jogue regularmente do que estar apenas ligado aos seniores. Penso é que e vendo as quebras de forma que este ano têm acontecido a Veloso, já mereceria ter jogado porque seguramente o faria melhor que as alternativas que têm sido utilizadas que simplesmente...não o são. Simplesmente esta era uma das excepções que referia no outro comentário e que não queria referir por razões que não interessam agora para o caso. Parece-me que o nosso problema não se resolve com o lançar eventualmente prematuro de jovens que nos darão alegrias seguras quando estiverem prontos, resolver-se-á com a contratação de segundas linhas que não comportem os custos e os riscos de alguns “craques” que nos têm aparecido ao longo das ultimas épocas e que bem caro nos têm saído. Thor, falas por exemplo do Saleiro que eu conheço bem desde as Escolas. Com toda a falibilidade possível e não pondo em causa o valor dele, imediatamente me vem à memória um ponta de lança de juniores de há 2 anos chamado Diogo Tavares, com quem o Sporting nem sequer fez contrato quando subiu a sénior e que foi depois para Itália, para o Génova. Será que e apesar de não acreditarem nele para titular do Sporting, como suplente faria pior que Koke, ou Bueno na época passada? Quantos laterais esquerdos e direitos têm passado pelo clube e que não fariam seguramente pior que os dois l. esq. que actualmente temos na equipa? Isto apesar de pensar que o empréstimo de Tiago Pinto, lhe poderá fazer muito bem para no próximo ano ser o titular de caras na esquerda da defesa. E o que dizer da dispensa de Semedo, para depois se ir contratar (dizem as más línguas que com a oposição do treinador, apesar do que foi afirmado por C.Freitas…) Gladstone, que nem quando um dos centrais está de fora tem sido opção? Resumindo e porque isto já está outra vez enorme, penso que tirando raras e honrosas excepções, faz muito bem aos jogadores a quem se reconhece categoria para futuros titulares dos seniores, que a ultima época de juniores e a primeira de seniores seja cumprida a competir o mais possível visto serem épocas fundamentais para o seu desenvolvimento e adaptação a uma realidade bem diferente, como é a passagem para os seniores. Para segunda linha do plantel, se se deixar de contratar por catálogo ou com base nos negócios “esquisitos” é certo que deixaremos de levar os barretes que temos levado e de que, ainda acredito, não ser este ano um dos piores exemplos. Dos extremos e centro campistas poderemos então falar quando vier o futuro post. Saúde, cumprimentos e saudações Sportinguistas.

bgvp disse...

Mas é mm isso que eu tento dizer, talvez não me esteja a explicar bem, eu não peço para os jovens serem logo considerados salvadores, teremos que lhe dar tempo, nem todos podem ser como o Veloso ou Moutinho, daí apesar de algo insatisfeito com o rendimento do Yannick e do Pereirinha não lhes cobro demasiado, ou seja, tenho uma maior compreensão para com os nossos formados do que para com jogadores que ganham 5x mais e que na maioria dos casos se limita a ser simplesmente mais um profissional que cada jogo é apenas mais um jogo, e é por isso que apesar de cometerem muitos erros e não terem feito épocas recentes de fulgor ou mesmo nunca se terem afirmado eu gostava de Beto, Miguel Garcia, Custódio ou Carlos Martins.

Não sei se me fiz entender.

PS: rg54,eu percebi o que quiseste dizer nos anteriores comentários,certos lançamentos precoces podem cortar a carreira de um jovem, mas quem não tem oportunidades ainda é pior, e eu vejo passarem muitos sem terem sequer oportunidades, essa do Diogo Tavares foi muito bem lembrada, lembro-me que era promissor mas que não mereceu a renovação, lobbies? não sei mas porque não deixarem nos ir ao banco de vez em quando nem que seja como prémio, hades convir que certos jogos dos júniores não acrescentam nada a carreira deles e que um deles podia ser perfeitamente dispensável por um jogo ou outro e estou completamente consciente que se tivéssemos dinheiro gastaríamos em outros, foi exemplo esta época, mais dinheiro menos aposta nos nossos.

RG54 disse...

Bgvp, eu percebi a tua ideia. Sómente digo que e ao contrário do pensa certa malta, não devem, melhor NÃO PODEM ser os miudos com 18/19 anos que tem de andar com a equipa às costas, porque não têm estatuto que lhes permita mandar quando necessário dois berros, por mais qualidade que tenham. Deixa-me dar um exemplo: não sei se te lembras quando o Figo e o Peixe subiram aos seniores, era creio o Marinho Peres o treinador. Nessa primeira época eram já eles que faziam a diferença mas o Sporting cometeu o erro de lhes por ás costas demasiadas responsabilidades pelo que a mais valia que eles já acrescentavam se perdeu. Por outro lado por no banco miudos que acima de tudo necessitam jogar, pode ser repito perigoso. O que tento dizer é: aqueles que se pensa virem a ser jogadores para os seniores, convem po-los na equipa para jogar. Repara, penso que o Adrien já devia, tal como dizes, ter tido oportunidade de jogar, "puxando" por Veloso e obrigando-o a "pedalar". Pôr mais miúdos da equipa de juniores no banco, só deve acontecer se houver a perspectiva de ou começarem a ser opção ou por necessidade devido a lesões, como tudo indica terá de ser, pelo menos nos próximos jogos devido à lesão do Yannick. A situação de que ás vezes se fala de Moutinho, Veloso ou Nani, tal como de outros, não é a mesma pois em relação a estes eram claramente melhores que os titulares, pelo que só não jogavam ou por erro ou por teimosia dos treinadores. A perspectiva tem de ser, penso eu, estarem nos seniores para jogarem e não para passarem grande parte das épocas no banco. Volto é a dizer que as contratações que são feitas, ainda que para o banco (apesar de ninguem ser contratado expressamente para isso!)podem ser de ou ex jogadores do FJ do Sporting ou de alguns outros que, não tendo passado pelo clube tenham um mínimo de qualidade. Deixa-me terminar por agora, porque a troca de ideias está optima, para te perguntar o seguinte e só como exemplo: penso ser mais ou menos pacífico que um dos lugares onde estamos mais deficitários é o de lateral esquerdo. Fazes ideias quantos laterais esquerdos estão a jogar na primeira divisão que passaram pelo FJ do nosso clube? Será que nenhum deles faria o lugar igual ou melhor que os que lá temos? Só mais uma achega para que se perceba como as coisas funcionam. Sabes que na época passada, houve quem com responsabilidades no clube não gostasse que se falasse "tanto" da formação do SCP, porque isso poderia desmotivar os outros jogadores? Um abraço e se quiseres manda mais!!!S. Sportinguistas.

bgvp disse...

Percebo a ideia e concordo, sinto que o Moutinho apesar de ser um capitão consensual e de estar a dar tudo por tudo...em certos momentos não consegue impor a voz de comando perante alguns companheiros de equipa. Lembro-me perfeitamente o tempo do Figo e Peixe, e concordo também que grande maioria dos que singraram eram claramente melhor que os restantes jogadores disponíveis logo rapidamente sobressaíram, lembro-me de um jogador do Atlético de Madrid que apareceu logo em grande com o Octávio (pena o carácter de tal elemento).

Laterais esquerdos não sei, lembro-me do Nuno Valente (Everton), do Carlos Fernandes (Braga), do Hugo Valdir (Paços), do André Marques (Leiria), estou me a esquecer de algum talvez, nunca nenhum destes teve hipóteses para crescer na equipa, o Paíto ainda teve algumas hipóteses mas acabou por ser dispensado, seja como for não sei se não seriam melhor que o próprio Ronny que até ataca mais ou menos bem mas...falta-lhe cultura táctica...falta-lhe escola.

Outra opinião se me poderes responder, pode uma equipa que luta por títulos ser feita em sua maioria por elementos da formação? Conheces algum clube campeão assim? Eu penso que sim se tivéssemos capacidade para manter os melhores, mas concordo que no actual momento económico do clube seja impossível, é só repararmos no AJAX por exemplo e com eles passa-se o mesmo, formam uma boa equipa em 2 ou 3 anos e rapidamente perdem a equipa já que não conseguem segurar os melhores.

bgvp disse...

Mais um acrescento para não irmos muito atrás... penso que Semedo e Varela por ex. não ficariam atrás de Gladstone e Purovic.

Tiago Loureiro disse...

Vem descobrir o fabuloso destino de alguns jogadores…

RG54 disse...

Bgvp desculpa só hoje te responder mas ontem já não deu. Vou tentar dar-te a minha opinião sobre o que falas, percebendo tu obviamente que te vou dar a minha opinião que vale tanto como a tua ou a de outra pessoa qualquer. Sobre o que dizes do Semedo e do Varela concordo a 100%. Aliás a minha dúvida é se não os substituiriam com mais proveito e menos custos...Sobre os laterais esquerdos há mais alguns a saber: Vasco Faísca que na ultima época esteve no Belem, Mangualde do Paços, (faz LD e LE), Larangeiro do Leiria e Joao Gonçalves(agora conhecido por China) da Naval. Será que nenhum serviria? Nem sequer para o banco? Enfim penso que um dos males do nosso clube é, pelos vistos, não se fazerem avaliações ao trabalho de algumas pessoas a não ser que ele seja positivo e então distribuem-se os lucros ou prémios ou lá como lhe costumam chamar... Sobre o que falas do plantel ser maioritáriamente composto por jogadores da nossa formação, claro que isso era o grande desejo de todos os que lá trabalham ou trabalharam. Se é realizavel? Cada vez me parece mais difícil, devido ao referes, a falta de capacidade económica, que quer queiramos quer não, obriga à venda dos melhores. Agora o que me parece é que nos 2/3 anos em que eles podem ficar depois de chegarem à primeira equipa, temos a obrigação de, junto com os jogadores vindos de fora com um mínimo de qualidade, fazer equipas suficientemente boas, competitivas e que ganhem os títulos que todos nós desejamos. Na altura em que estava no FJ (e certamente agora também) costumavamos dizer que não queriamos todos os bons jogadores que apareciam no FJ, só queriamos os MELHORES! Mesmo sabendo que, a nível nacional, ainda não temos rival, temos de perceber que podíamos ainda fazer melhor. Não te posso logicamente dizer quais mas ficarias admirado se soubesses alguns dos que têm fugido, só por algum laxismo que ás vezes existe. Rezemos contudo para que durante muitos anos nos conservem o Aurélio Pereira e bem assim alguns dos "anónomos" que estão na equipa dele e que continuam a fazer o trabalho que, desde que me lembro, ninguem ainda fez sequer parecido com os seniores. Não sei se me consegui fazer entender mas, tentei...Manda sempre. Um abraço e Saudações Sportinguistas.

bgvp disse...

Lógico que sim percebo perfeitamente, mas esquecendo um pouco os jogadores em si e analisando o esquema táctico, fala-se muito que grande parte das equipas jovens do Sporting são formadas com base num 433, falam que o 433 é a melhor táctica para ser transformada, que qualquer jogador que treine num 433 pode estar preparado para se adaptar a outra táctica, não sei se será bem assim, lembro-me perfeitamente que não o era na época do PB como treinador dos júniores pois já nos júniores ele utilizava o 442, como é óbvio cada treinador tem a sua táctica predilecta, e não quero por em causa as qualidades do PB porque mais que ninguém ele sabe os jogadores que tem e a táctica que pode utilizar no entanto e voltando ao exemplo AJAX sabemos que todas as categorias do clube utilizam a mesma táctica desde as escolas à equipa principal, não seria vantajoso para o próprio clube adoptar uma táctica uniforme ou isso seria dar trunfos aos adversário no aspecto de que se ficaria extremamente previsível em termos tácticos, é que temos que admitir que o 442 em losango até resultou em parte mas começa a ser fácil de anular, será que um 433 ou 451 como preferirem utilizados anos a fio em todas as categorias iria dar-nos vantagens ou desvantagens?

RG54 disse...

Bem depois de ter visto o miserável jogo que a nossa selecção fez e ouvio os infelizes comentários daqueles cromos, já nem sei que dizer...No entanto, talvez se consiga perceber um pouco melhor algumas das coisas. O que eu penso sobre a questão que falas da uniformização da táctica em todas as categorias, tem talvez um bocado a ver com a forma que cada um tem de encarar o jogo. Conta-se no mundo da bola que havia um antigo treinador que sinceramente não me lembro quem era que costumava dizer, quando lhe perguntavam que táctica devia a equipa utilizar "Qual é a tactica? A táctica é ganhar, porra!", querendo com isto dizer que mais importante que qualquer esquema táctico que pudesse utilizar, o importante é a classe dos jogadores, a sua atitude, o seu caracter e o empenho com que encaram o jogo. Lembrei-me disso ao ver este jogo da selecção, pois acheio extraordináriamente parecido com o nosso de Braga, em termos de incrivel falta de atitude e respeito para com todos os que, tal como nós, sofrem a ver estes jogos onde os artistas principais jogam de "salto alto", sem minimamente quererem correr o risco de sequer sujar os calções, quanto mais de porem o seu cabedal em risco. É evidente para mim que as coisas só não azedaram mais porque os adversários ou não puderam ou não quiseram. Isto para dizer que, tambem para mim, o fundamental talvez não seja a questão táctica mas sim quem a interpreta e como o faz. Os dois últimos campeonatos que ganhamos, com Inácio e Bolloni são, penso eu, exemplos disso. De qualquer modo, acho efectivamente dificil e perigoso a uniformização, não só porque isso limitaria a escolha de treinadores e jogadores (a juntar ás nossas já grandes limitações económicas), como não me parece que se pudesse facilmente adoptar ás principais características da maioria dos nossos jogadores. No entanto sei que, mesmo no nosso clube, essa questão também já foi debatida, pelo que não me admirava que algo de novo aparecesse, mais cedo ou mais tarde. Bom agora vou ver se durmo um bocado que isto de ver a selecção a jogar assim à tanto tempo (desde que o Figo acabou, não foi ?) cansa pra caraças. Um abraço e Saudações Sportinguistas.

D&A disse...

Sinceramente, neste blog só se fala mal do Sporting, não há críticas construtivas... enfim, quando se está bem, ta tudo impecável, quando está mal, cai toda a gente em cima.

Fala-se por falar... sem analisar outras circunstâncias, como por exemplo: de todos os jogos que o André Marques fez no Sporting, alguém gostou das suas exibições? Alguém vê os treinos dele? Eu não gostei do que vi dele!
Custódio: alguém o queria de volta ao Sporting? É o que eu digo, fala-se por falar, enfim...

bgvp disse...

d&a não posso concordar ctg... tanto se fala bem como se fala mal... e não é pelo resultado que se vai falar bem ou mal...

O André Marques não progrediu como se esperava mas as lesões foram um dos motivos, no entanto tem potencial para crescer, se calhar ja vimos mais treinos e jogos dele do que quem fala assim...

O Custódio virou mal jogador de repente, foi aparecer o Veloso e eis que o Custódio já não presta, teve jogos maus é verdade mas oxalá não aconteça o mesmo ao Moutinho do que fizeram ao Custódio....é que o Custódio também era promissor, era indispensável...só que as pessoas esquecem-se que o futebol não é uma ciência exacta e que há momentos de forma e que se algum jogador baixa de forma e aparece outro a jogar melhor ele arrisca a desaparecer do mapa...e não poder ter o mesmo rendimento...depois vem os assobios...e o ambiente fica difícil.

E depois somos nós que criticamos os nossos por criticar, somos nós que não fazemos críticas construtivas.

RG54 disse...

Caro d&a, apesar de não ter nenhuma responsabilidade na gestão e edição do blog (os editores estão sobeja e devidamente identificados), sinto-me no dever de lhe responder, pois sou frequentador habitual deste espaço devido à justeza e Sportinguismo que ele exibe, tendo nestes últimos posts escrito alguns comentários, visto serem assuntos em que tenho um pouco de experiência, ainda que tendo já participado com a minha opinião nalgumas outras discussões, sempre na perspectiva de, com as minhas palavras, contribuir para algum esclarecimento da vida do nosso clube. E isto meu caro, é SEMPRE o fundamental. Dizer verdades, por muito que elas custem, não é dizer mal ou bem, é AJUDAR ou pelo menos tentar, a perceber ou a ultrapassar aspectos da vida de um Clube de que todos gostamos e onde queiramos ou não nem tudo corre como todos (?) queríamos. Parece-me uma atitude muito mais sensata e justa, do que, depois de tudo o que tem acontecido e que culminou com os três "secos" de Braga, assobiarmos para o lado como se tudo estivesse normal ou razoável, isto apesar de, repito, o problema para mim não ser este resultado mas a falta de atitude que o originou. Porque meu caro, de uma coisa pode ter a certeza, pode ser tão Sportinguista como eu, MAIS, garanto-lhe, não lhe admito nem a si nem a ninguém que o seja. Saudações Sportinguistas.

D&A disse...

O que eu quero transmitir com a minha ideia é que se critica demais certas opções do Paulo Bento, muito mesmo, mas também é certo que em algumas é culpado! A equipa de Braga era a mesma que jogou com a Roma...
Mas atenção, concordo com muitas das coisas que são escritas neste blog!

Mas há um ponto que ninguém discute, talvez por já ser normal no Sporting, que é a quantidade de jogadores jovens que o Sporting tem em todo o plantel, incluindo os reforços, dos quais nenhum tem mais de 24 anos, e só 2 atingem essa idade (Stoijkovic e Izmailov).

Ou seja, talvez não devêssemos estar sempre a cair em cima, e de vez em quando apoiar também um bocadinho e perceber a nossa realidade, e não quem é mais ou menos sportinguista.

Cumprimentos

RG54 disse...

D&a sem querer dar ao assunto do "Sinceramente, neste blog só se fala mal do Sporting, não há críticas construtivas... enfim, quando se está bem, ta tudo impecável, quando está mal, cai toda a gente em cima" que tu referes no teu primeiro comentário e sem querer dar (longe de mim pretender fazê-lo)qualquer lição de Sportinguismo a ninguem, ainda que também não aceite recebe-las, apenas te tentei dizer que e ao contrario do que dizias, sempre vi neste blog apoiar-se o Sporting, porque a criticar também se apoia. Palmadinhas nas costas "só porque sim" não é apoiar ou ajudar nada nem ninguem Saudações Sportinguistas.

bgvp disse...

d&a,

Não considero eu PB o principal culpado da derrota de Braga, teve algumas culpas, mas penso que a maior parte das culpas está ligada a atitude da equipa que não foi a adequada e se há coisa que eu realmente não gosto é de ver uma equipa apática e amorfa e que não lute por nós.

O problema é um pouco mais além do treinador, é óbvio que por vezes erra mas a meu ver até tem tido um trabalho fantástico, tem conseguído fazer omeletes quase sem ovos, conseguiu fazer crescer muitos jogadores, mas também não podemos fechar os olhos a situações em que erra, ele próprio reconhece que erra e apesar de ser bastante teimoso não considero isso um defeito mas convicções.

O problema vai da matéria prima que dispõe, é óbvio que ele escolheu os jogadores e mesmo com os que tinha podia ter escolhido melhor (Varela não tinha lugar?) mas temos que admitir que a nossa capacidade financeira é bastante reduzida para lutar de igual para igual em todas as provas ao mesmo tempo o que faz com que durante a habitual fase de 2 jogos por semana a equipa se ressinta (e não é este ano, quase smp que estamos na Europa quebramos no campeonato)

Eu estarei no próximo jogo em Alvalade, apelo a que todos também estejam, infelizmente não posso ir aos jogos fora mas se voces poderem... FORÇA...TODOS COM O SPORTING...ATÉ MORRER SPORTING ALLEZ...ATÉ MORRER SPORTING ALLEZ.

PS: Posso até criticar certas situações mas nunca deixo de apoiar a equipa, nunca assobiei um jogador nem um treinador, nunca pedi a cabeça de ninguém, vou a Alvalade a 15 anos a quase todos jogos, já vi épocas melhores, épocas piores, grandes jogadores e maus jogadores, excelentes treinadores e outros medianos mas eles passam e o clube fica... O SPORTING SOMOS NÓS!

D&A disse...

Penso que esta nossa troca de argumentos valeu a pena!

Conseguimos, de alguma maneira, justificar os nossos pontos de vista, e mesmo podendo não concordar, perceber a análise de cada um, o que é sempre bom!

Eu também vou estar em Alvalade, como sempre, e também nunca assobio um jogador ou treinador, e aí se vê o verdadeiro sportinguista! Fico contente por saber isso.

Cumprimentos a todos, e vamos esperar pela recuperação...