quinta-feira, janeiro 25, 2007

Revista de Imprensa: In "A Bola" 25/01/2007

Uma vergonha...esta situação já não é nova e foi também a pensar no Sporting-Naval de há umas épocas atrás, onde entrei ao intervalo após umas horitas para comprar bilhete - e ainda fui a tempo de ver a Naval a eliminar-nos - que nem tentei lá ir....ah...e não...não recebi nenhum sms com uma referencia MB, que alegadamente, terá sido enviado a todos os detentores de bilhete de época para evitar esta situação. Eu - Cherbakov que estou a editar o post do bgvp, não recebi nenhum Sms.

"De adeptos fiéis a clientes descartáveis

Por Daniel Reis

Estou a ponderar, seriamente, mover um processo ao Sporting, no sentido de reaver a parte do preço do bilhete, para a recente eliminatória da Taça com o Rio Ave, proporcional ao tempo de jogo perdido por demora incompreensível no despacho das bilheteiras.

Se lhes disser que, pelo referido motivo, cheguei uns 15 minutos atrasado ao meu lugar, até aceito que considerem ridícula esta pretensão de ser ressarcido. Afinal, tal reivindicação não excede a bagatela de €2,5 (um sexto do bilhete de €15), o que talvez nem dê para comprar um pirolito.

Insisto, porém, no caso, pelo que ele tem de exemplar quanto ao desprezo com que certos figurões da gestão, crescentemente alapados nos nossos clubes, manifestam para com os simples adeptos da bola.

Julgo, além disso, que vale a pena não deixar morrer o caso, às boas, porque o acontecido agora, em Alvalade, se tem repetido noutros estádios, quando se trata da Taça de Portugal. Ainda há dias ouvi, de resto, António Pedro de Vasconcelos (no excelente Trio de Ataque, da RTPN) queixar-se de algo parecido, no estádio do Benfica. Ou seja, bichas quilométricas, muitas bilheteiras fechadas e centenas e centenas de pessoas a chegar atrasadas ao jogo, ou a desistirem, pura e simplesmente.

Desta vez, a coisa passou-se como lhes conto de imediato.

Uma hora e meia antes do jogo estava eu a chegar à ponta de uma fila imensa de pessoas, no lado nascente do novo estádio. Às 16 horas já se ouviam resmungos, tal a morosidade e a inamovibilidade da enorme bicha. Ainda admiti ir lá à frente ver quantas bilheteiras estavam em serviço. De 15 falou uma pretensa explicação posterior de alguém do clube e a qual eu desconfio não ser exacta. No entanto, nem ousei sair de onde estava, não fosse perder os 10 ou 15 metros de posição já então superados.

Às 16.15 lá apareceu um cidadão armado de walkie-talkie, a dar ordem para a abertura dos guichets do segundo quiosque existente defronte da Alvaláxia. Isto enquanto barafustava contra os recalcitrantes, como se eles fossem criminosos por pretenderem, tão-só, ir à bola numa tarde de domingo.

Logo se viu, porém, que se tratava de mera panaceia e não de remédio efectivo para a emergência. Por um lado, só abriram dois guichets mais e não os cinco ou seis existentes no quiosque. E, por outro, até a nova bilheteira começar a exercer, de facto, ainda transcorreram mais uns 10 minutos.

Dividida então a massa humana em duas filas, lá se foi acelerando, um tudo-nada, o processo. Mas sem que não desse, ainda assim, azo a muitas desistências. Lembro-me, sobretudo, de um pai de cachecol do Sporting ao pescoço e o filho a tiracolo, rogando pragas pela desfeita: como o jogo era de dia (coisa raríssima nos tempos que correm) tinha finalmente acedido aos rogos da criança para a levar a ver os craques do Leão. E, chegados ali, batiam-lhes a porta na cara.
Resultado disto tudo: eu só me despachei às 17.15, já a bola rolava lá dentro há um bom bocado. E vim a saber, depois, que muitas das centenas e centenas de pessoas, que ainda ficaram a engrossar as duas filas, acabaram por rumar a casa, desiludidos e sumamente irritados com o desprezo a que tinham sido votados.

Será que algum deles volta algum dia a Alvalade, ou a outro estádio qualquer, depois de terem sido tratados como clientes descartáveis e não merecedores, no mínimo, de uma explicação cabal e convincente? Duvido.

7 comentários:

bgvp disse...

Era eu que estava a começar este post com a revista de imprensa, mas o cherbakov achou por bem edita-lo e eu assino por baixo tudo o que ele diz. Neste caso falamos a uma só vós. Eu tb não recebi a sms, o meu pai por acaso ate recebeu a dele, mas eu não, curiosa tal coisa... eu não iria sem ele nem ele sem mim numa situaçao destas, qtas pessoas não ficaram em casa por isto? Sei também que pessoas conhecidas foram para la e abandonaram o estadio sem ir ao jogo, não é portanto novidade para mim esta cronica do Sr. Daniel Reis a quem tenho que felicitar por ter coragem de afrontar os poderes instituidos.

Ah e ja agora o site do Sporting? O Oficial? Serve tudo menos para informar! Actualizem-se! Qualquer sportinguista com conhecimentos de Informatica faria melhor....

Cherbakov disse...

Ah...essa é outra...andei a semana toda a tentar descobrir quanto custava o bilhete, tanto para sócios como para não-sócios e o que estava no site do Sporting? Nadica de nada...já não digo que vendessem lá os bilhetes (e mesmo isso não era pedir muito) agora ter lá pelo menos o preço e o horário da bilheteira...tinha ajudado muito para eu lá ir com a família...uma vergonha.

Thor disse...

Totalmente de acordo, logo neste jogo que tal como no caso apontado o meu filho também "chateou" para irmos assitir ao vivo. Uma VERGONHA que tem que merecer toda a atenção da parte da actual direcção do clube, SAD, o que quiserem. Aliás, isto é apenas um entre muitos outros sinais de amadorismo neandertal destas SAds feitas é pressão que rapidamente tanto se preocuparam em rotular de profissionalismo de gestão. Pura ilusão! Casos destes com a bilheteira, site que deixa muito a desejar, etc, etc
Mas afinal depois temos que ficar todos contentinhos porque será mais um trimestre apresentado com resultados contabilisticos positivos.
Há muito trabalho de organização básico a fazer, e a ideia que tenho é que será a todos os niveis. Soares Franco começou pelo imobiliário, falta tudo o resto!
E já agora, convinha pensar no item plantel principal futebol, é que esse então está mesmo desesperadamente a precisar de organização.

Cherbakov disse...

Continuo na minha...contratem a SAD do Braga que consegue vender um tipo emprestado ao Penafiel, por €3M, ao Atl. Madrid e ainda fica com ele emprestado no plantel...SAD patética a nossa...very very sad

k_drogba disse...

Peçam o Livro de Reclamações!!!!!
O Sporting devia ter um. Se não tiver chamem a polícia!

PPA disse...

Inadmissível esta questão das bilheteiras!
Querem dado e arregaçado!
Já não basta o preço elevado dos bilhetes, como ainda é difícil comprá-los.

pumba no piu piu disse...

Ele vai engordar mais amanhã com os pastelinhos que vão ser servidos à equipa do benfiquinha!